Os Indios renascem
Você está em: Home / Amazônas Respiração do Mundo

  • Nas margens do rio, as canoas
    as ondas em espumas, 
    teu riso aberto quando todos entram, inicia o caminho
    tortuoso dos mortos e vivos, as saudações
    memórias, primeiras cantigas
    Kupaúba perdeu a cabeça
    chorava, chorava, chorava
    a sua aldeia estava destruída
    as palavras se derramam em seus ombros
    seu olhar, não tinha ódio
    devia reiniciar, sozinha
    eu os amo, pensava
    e era tão enérgico seu olhar
    que os crocodilos ofereciam suas costas
    como se fossem cachorros
    e os jaguares, roçavam suas pernas
    como gatos domésticos. 
    Eu os amo, repetia. 
    Os índios mortos, brotam
    culturas submersas, por séculos
    dentro da terra árida
    as tribos sementes renascem
    com a chuva, milhares de flores: 
    o deserto torna a florescer.